Logo Zoop Blog
Ver Todos
Índice
    Ícone de E-mail
    Assine nossa newsletter

    Não perca nenhuma novidade.

    mercado

    Máquinas de pagamento: como se preparar para as inovações

    11 de junho de 2024
    Por Redação
    Compartilhe
    Imagem

    As máquinas de pagamento são uma das principais aliadas dos empreendedores brasileiros. Por meio delas é possível aceitar cartões de débito, crédito e Pix, o que dá aos compradores flexibilidade na hora de finalizar uma transação.

    Dados do Sebrae São Paulo mostram que os negócios faturam, em média, R$ 24.902 por mês graças a esta tecnologia. Não à toa, 40% dos comerciantes da cidade contam com duas ou mais maquininhas – assim, ninguém fica na mão.

    Apesar da popularidade, há quem questione a imortalidade das máquinas de pagamento, especialmente em um cenário cada vez mais competitivo. Como se diferenciar e se reinventar para manter a relevância na comunidade lojista? 

    Continue a leitura para descobrir:

    • os principais insights do Zoop Summit sobre o assunto;
    • como Nubank, iFood e Elo já estão inovando;
    • como preparar o seu negócio para as novidades do setor.

    Guerra das maquininhas: uma competição que vai além do preço

    Antes da diversificação dos meios de pagamento, a competição entre as maquininhas de pagamento era só uma questão de preço. Agora, os provedores disputam a clientela com base em serviços extras que fazem toda a diferença para os lojistas.

    • Maquininhas como “Papa Fila”

    Imagine que você está em um festival de música e quer comprar uma bebida. A fila está enorme, o que te deixa estressado e frustrado, além de ansioso diante da possibilidade de perder os shows das suas bandas favoritas. Você preferiria:

    • desistir da bebida?
    • comprar a bebida, apesar da fila?
    • comprar a bebida sem sofrer com a espera?

     

    Provavelmente a última opção. Por isso, maquininhas que oferecem o serviço “Papa Fila” se destacam aos olhos dos comerciantes.

    Com elas, os clientes podem fazer seus pedidos em um totem ou com um colaborador, pagar e ganhar um ticket para retirar sua rapidamente. É como se fosse um garçom eletrônico, que diminui o tempo e a inconveniência das filas em grandes eventos.

    • Maquininhas e suas integrações com ERPs

    Outra coisa legal é a integração com os ERPs, que são sistemas de gestão. Com essa conexão de sistemas, as informações sobre vendas e estoque são atualizadas automaticamente, o que facilita a vida do dono do negócio.

    Por exemplo, toda vez que um restaurante vende um refrigerante ou um bombom pela maquininha, o inventário dele é automaticamente atualizado.

    Leia também: Integração de ERP com plataforma de pagamentos: conheça todas as vantagens dessa solução.

    • Maquininhas e a omnicanalidade

    E tem mais! As maquininhas estão cada vez mais omnichannel, ou seja, aceitam pagamentos de várias formas, seja na loja física, online ou até por celular. Isso é ótimo porque acompanha as mudanças no jeito de comprar das pessoas.

    Tenha em mente que 66% dos clientes gastam mais dinheiro quando têm experiências de compra integradas no varejo, mas menos de um terço já as viveu alguma vez.

    O que as grandes empresas ensinam sobre as máquinas de pagamento?

    Agora que você já sabe que as máquinas de pagamento estão deixando de ser um mero ponto de venda para se transformarem em soluções abrangentes para os lojistas, talvez se pergunte o que fazer com tudo isso.

    No Zoop Summit 2024, empresas como Nubank, iFood e Elo deram conselhos valiosos para quem deseja repensar a relação com as queridas maquininhas. Dá uma olhada!

    • Nubank: lembre-se do que o cliente quer e precisa

    “É preciso sempre pensar em como o consumidor quer pagar”, diz João Banzato, General Manager for P2M Payments do Nubank.

    Essa perspectiva customer-centric, ou seja, cliente no centro, sugere que a comunidade lojista nunca se esqueça das dores dos clientes e ofereça soluções que as minimizem ou eliminem por completo.

    No entanto, isso não significa que não há margem para mudança ou inovação. Basta pensar, por exemplo, no Tap to Pay, uma parceria entre o Nubank e a Zoop que permite aos micros e pequenos empreendedores receberem pagamentos por aproximação direto com um smartphone.

    E fique de olho, porque essa tendência vem para ficar: de acordo com a nossa pesquisa de 2024, 46% dos brasileiros já realizaram pagamentos utilizando o celular como maquininha de cartão – e dessa parcela, 85% faria novamente.

    • iFood: simplifique a vida do comerciante

    Se o caso do Nubank nos lembra da importância do cliente, o iFood não nos deixa esquecer do comerciante na outra ponta da transação. “Também precisamos pensar na jornada de integração [das maquininhas] com os empreendimentos”, diz Thomas Barth, Fintech Director do iFood.

    Por exemplo, imagine um restaurante local que recentemente começou a usar os serviços de delivery do iFood. Esse restaurante, além de se preocupar com a qualidade dos pratos e a satisfação dos clientes, precisa garantir que todo o processo de pagamento seja rápido, seguro e eficiente.

    Sem integrar as máquinas de pagamento aos seus sistemas, o restaurante enfrentaria vários desafios. Um deles seria a necessidade de gerenciar duas plataformas diferentes – uma para receber os pedidos do iFood e outra para processar os pagamentos.

    Isso não apenas aumentaria a carga de trabalho dos funcionários, como também poderia resultar em erros e atrasos, o que impacta negativamente a experiência do cliente.

    Com a integração das maquininhas, o processo é simplificado. O restaurante obtém um registro unificado das transações, o que facilita o acompanhamento das vendas e a reconciliação de pagamentos, além de economizar tempo e proporcionar uma visão mais clara da saúde financeira do negócio.

    Inspire-se na história de uma grande marca para mudar a realidade do seu negócio: Case iFood: como construir a própria solução de pagamentos?

    • Elo: não reinvente a roda, faça ela girar

    “A verdadeira inovação, muitas vezes, está na expansão de ecossistemas existentes”, comenta Duda Davidovic, superintendente de design e inovação da Elo.

    Quer um exemplo? Todo mundo gosta do cartão de fidelidade de uma loja, onde a cada compra você ganha um carimbo e, depois de algum tempo, pode trocar por um brinde.

    Ao invés de reinventar este pequeno prazer, maquininhas modernas digitalizaram esta experiência. Então, quando você passa o cartão em um comércio, o software avisa o vendedor:

    • se você é um cliente novo, frequente ou leal;
    • quais são seus produtos favoritos, por categoria ou por item;
    • a quais benefícios, como descontos ou garantias estendidas, você tem direito.

     

    Fique por dentro das novidades em: Como usar o celular como maquininha?

    Como se preparar para as inovações das maquininhas?

    • Invista em maquininhas modernas compatíveis com novas tecnologias e métodos de pagamento, como o Pix.
    • Garanta que todos os funcionários saibam usar as novas funcionalidades e resolver problemas comuns.
    • Integre as maquininhas com o sistema de gestão de vendas para facilitar a reconciliação de pagamentos.
    • Fique atento às novidades do mercado e atualizações tecnológicas para adotar inovações rapidamente.

    Dê um Zoop no seu negócio com o Tap to Pay!

    Com essa tecnologia inovadora, você pode transformar qualquer celular Android em um terminal de pagamentos, sem a necessidade de investir em equipamentos físicos.

    Aceite pagamentos no débito e crédito em até 21x, tudo com a identidade visual da sua marca. Será uma experiência única e personalizada para seus clientes! Além disso, a plataforma é segura, sustentável e rápida.

    Não perca tempo, leve seu negócio para o futuro com o Tap to Pay da Zoop!

     

    Preencha o formulário para que nossos especialistas avaliem sua solicitação.
    (*) Campos Obrigatórios
    1/3
    Continuar
    2/3
    Voltar
    Continuar
    *Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer momento.
    3/3
    Voltar
    Suas informações estão seguras
    Ícone de E-mail

    Assine nossa newsletter

    Receba os melhores insights diretamente na sua caixa de entrada para construir jornadas de pagamento e experiências bancárias que impulsionam o seu negócio.