Logo Zoop Blog
Ver Todos
Índice
    Ícone de E-mail
    Assine nossa newsletter

    Não perca nenhuma novidade.

    negócios

    O que é cartão private label? 7 vantagens para sua marca!

    08 de outubro de 2023
    Por Redação Zoop
    Compartilhe
    Imagem

    Saber o que é cartão private label é entender que se trata de um tipo de cartão oferecido por uma rede varejista ou empresa que só pode ser utilizado nos estabelecimentos pertencentes dessa marca. 

    Por que você precisa saber sobre esse método de pagamento? Bem, porque essa é uma ótima maneira de atender às atuais preferências dos consumidores e, dessa forma, não perder nenhuma venda no momento do checkout.

    Conforme dados da Abecs, Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, os pagamentos com cartões cresceram 8% no 1º semestre de 2023. No total foram realizadas 19,8 bilhões de transações nesse período, que resultaram em R$ 1,7 trilhão movimentado.

    Esses números mostram que, apesar da chegada de outros métodos de pagamento mais modernos, como o Pix, os cartões continuam no ranking de preferência dos consumidores.

    Aceitar pagamentos via cartão de débito, cartão de crédito, ou cartão pré-pago é uma maneira de atender essa predileção e, com isso, atrair e fidelizar mais clientes.

    E por falar em fidelização, o cartão private label se destaca dos demais tipos justamente pela característica de somente ser aceito nos canais de vendas da empresa que o ofereceu.

    Quer entender melhor? Então, siga a leitura deste artigo e confira o que é cartão private label, diferenças para o cartão white label e por quais motivos oferecer um cartão com a própria marca ajudar a alavancar as vendas no varejo.

    Cartão private label: o que é?

    O cartão private label é um modelo de cartão de crédito que só pode ser utilizado nos estabelecimentos da rede que o oferece. Por esse motivo, esse meio de pagamento também é chamado, popularmente, de “cartão de crédito da loja”.

    Uma das principais formas de uso desse tipo de cartão é substituir os antigos crediários (carnês), bastante comuns no varejo anos atrás. Por esse motivo, esse modelo de cartão não tem vínculo com as tradicionais bandeiras, e também por isso não pode ser utilizado em outros estabelecimentos além da rede que o disponibilizou.

    Por outro lado, o cartão private label é bastante interessante e atrativo, por que conta com a identidade visual da marca, o que atribui mais confiabilidade e credibilidade aos clientes.

    Quais as diferenças entre o cartão private label e o cartão white label?

    Para ficar mais claro o que é cartão private label, é bem importante falarmos também que essa opção de meio de pagamento é um pouco diferente do cartão white label.

    Como mencionado, o cartão private label não carrega nenhuma bandeira e só pode ser utilizado na rede varejista que o oferece.

    Já o cartão white label, também chamado de co-branded ou cartão híbrido, conta com uma bandeira e, como tal, pode ser utilizado em qualquer estabelecimento ou transação comercial.

    O ponto em comum é que ambos levam o nome da empresa que o disponibilizou, fator que aumenta a visibilidade da marca e seu poder de competitividade.

    Somado a essa questão, os dois tipos de cartões podem ser personalizados de acordo com as regras do negócio e perfil do público-alvo que será atendido.

    Outras diferenças entre o cartão private label e o cartão white label são:

    Dica! Entenda mais sobre o conceito white label lendo o artigo: “O que é uma plataforma White Label de pagamentos?

    7 principais vantagens do cartão private label para o varejo

    Agora que o conceito sobre o que é cartão private label ficou mais claro, é bem importante conhecer as vantagens desse tipo de meio de pagamento.

    Entre as que mais se destacam estão:

    • fidelizar clientes;
    • diminuir custos;
    • fortalecer a marca do seu negócio;
    • elevar o engajamento;
    • aumentar o ticket médio das vendas;
    • otimizar o processo de pagamento;
    • expandir a receita.

    1. Fidelizar clientes

    Visto que o cartão private label só pode ser utilizado na rede que o oferece, os clientes acabam dando preferência em fazer as compras neste local.

    Com isso, as taxas de fidelização tendem a aumentar, principalmente se, junto com o uso do cartão, o consumidor tiver acesso a benefícios exclusivos por usar esse método de pagamento.

    2. Diminuir custos

    De modo geral, para fazer um cartão private label, o cliente apresenta apenas seus documentos pessoais. Como o crédito é direto com a rede varejista, não há análise do histórico bancário do consumidor.

    Essa característica também contribui para atender à parcela ainda considerável de desbancarizados — segundo dados do Banco Central, por mais que esse número tenha diminuído, estima-se que 16% da população adulta segue sem relacionamento bancário.

    3. Fortalecer a marca do seu negócio

    Anteriormente, quando explicamos o que é cartão private label, citamos que ele não leva nenhuma bandeira, porém, carrega a identidade visual da marca, se lembra? 

    Ainda que não possa ser utilizado em outros estabelecimentos, essa opção de pagamento contribui (bastante) para fortalecer o nome da empresa.

    Isso porque os potenciais clientes sabem que aquela rede varejista tem uma oferta de crédito facilitada, condição que pode impactar diretamente na sua decisão de compra.

    4. Elevar o engajamento

    Uma vez que o consumidor sabe que determinado varejista disponibiliza crédito de forma simplificada para realizar suas compras, aquela marca se torna mais atrativa para ele. E isso, por sua vez, leva a outro ponto positivo dos cartões private label: o aumento do engajamento dos clientes.

    Saber que pode utilizar o cartão sem maiores problemas é um forte impulsionador para o consumidor comparecer ao local a fim de verificar ofertas e novidades.

    E, por ter tantos benefícios, é bastante comum que ele indique a rede varejista como uma boa opção de compra para amigos e familiares, o que pode levar à expansão da base de clientes da marca.

    Isto é, saber o que é cartão private label consiste em também entender que se trata de um diferencial de mercado, bastante importante para tornar a marca mais competitiva.

    5. Aumentar o ticket médio das vendas

    Quanto mais o cliente sente que uma empresa confia nele, oferece boas condições de pagamento, de parcelamento, entre outras facilidades, mais vezes vai querer adquirir produtos dessa marca.

    Dessa forma, há um impacto direto no aumento do ticket médio das vendas. Pois se, a princípio, ele compraria só um produto, tem a chance de adquirir mais em virtude dos benefícios que o cartão tem a oferecer, que são exclusivos do estabelecimento.

    6. Otimizar o processo de pagamento

    Oferecer diferentes meios de pagamento é essencial para atrair o público. Em paralelo, essas soluções contribuem para otimizar o processo de conclusão de compra, seja no mundo digital ou no físico.

    O pagamento com cartão, por exemplo, torna essa etapa muito mais rápida, bem como promove a digitalização do dinheiro e aumenta a segurança das operações para lojistas e clientes.

    Entenda tudo sobre a digitalização do dinheiro ouvindo este episódio do Papo na Nuvem:

    7. Expandir a receita

    Ao ter um cartão private label de determinada rede, sempre que precisar comprar algo daquele segmento, é naquela marca que pensará primeiro, especialmente por já manter uma boa relação.

    A junção de tudo isso resulta no aumento do faturamento da marca. Lembrando também que a empresa ganha com taxas, juros e anuidades, caso tenha.

    Além do aumento do ticket médio que já citamos, o consumidor se sentirá estimulado a voltar a fazer compras no estabelecimento com mais recorrência. Enfim, nesse processo, todo mundo sai ganhando: do cliente ao negócio!

    Aproveite e leia também “Soluções para varejo: como o Pix e outros meios de pagamento ajudam a aumentar as vendas?

    Como oferecer cartão private label?

    Achou interessante oferecer um cartão com marca própria? Pois saiba que essa é uma opção fácil de ser implementada no seu negócio, independentemente do segmento, por meio dos serviços oferecidos por empresa de cartão private label, por exemplo.

    Entre essas soluções está a plataforma Banking as a Service, que ajuda o seu negócio a disponibilizar não apenas cartão, mas a experiência de um banco digital completa, com produtos e serviços como:

    • conta digital;
    • Pix;
    • TED;
    • muito mais!

     

    Por ser white label, tudo leva sua marca! Além disso, você reduz custos com desenvolvimento e não precisa se preocupar com barreiras regulatórias.

    A Zoop ajuda você nessa estratégia, com o Zoop Banking, a solução Banking as a Service por meio da qual você cria, oferece e opera serviços financeiros que levam o nome da sua empresa e libertam seu negócio e clientes das regras dos modelos bancários tradicionais.

    Quer saber como? Converse com um dos nossos especialistas agora mesmo!

     

    Preencha o formulário para que nossos especialistas avaliem sua solicitação.
    (*) Campos Obrigatórios
    1/3
    Continuar
    2/3
    Voltar
    Continuar
    *Você pode alterar suas permissões de comunicação a qualquer momento.
    3/3
    Voltar
    Suas informações estão seguras
    Ícone de E-mail

    Assine nossa newsletter

    Receba os melhores insights diretamente na sua caixa de entrada para construir jornadas de pagamento e experiências bancárias que impulsionam o seu negócio.